---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Colonização

Publicado em 04/12/2014 às 11:15 - Atualizado em 08/07/2015 às 20:09

História do Município de Braço do Norte:

 

          O município de Braço do Norte é privilegiado por sua localização geográfica, pois está situado entre a serra e o mar, no sul do Estado de Santa Catarina. Em abril de 1862, fixaram-se no local onde hoje se encontra a cidade de Braço do Norte os primeiros povoadores.

         Procedentes da antiga Desterro, atual Florianópolis, Tomaz Pinto, após haver cometido crime de morte, rumou, acompanhado de Manoel Nazário Corrêa, José Marculino Rosa, Leandro Demétrio e suas famílias por trilhas, na direção de Imaruí, de lá para a cidade de Laguna, e desta para Tubarão, cruzando o rio Braço de Cima (antigo nome do Rio Braço do Norte) na altura da localidade de Pedrinhas, estabelecendo-se, após quatro dias de penosa penetração às margens do rio. Ao agrupamento deram o nome de "Quadro do Norte". Ali fixados, abriram nova picada na direção de   São Sebastião de Gravatá  (atual Gravatal), onde iam periodicamente à procura de provisões. Três anos mais tarde, em 1865, provindos de Tubarão, chegaram os primeiros moradores de São Ludgero, situado a 9 Km da povoação principal. Eram eles: Pedro Zeferino, que se localizou à margem do Rio Braço do Norte, Tomaz da Silva, Marcos Fernandes de Lima e Pedro Martins de Souza, à margem esquerda do mesmo.

         A cidade de Braço do Norte ainda conta com áreas de terras que nunca foram vendidas, ou seja, simplismente foram sendo passadas de gerações em gerações (pai - filho).

           Em 1870, com a influência de colonos alemães conduzidos à região pelo Padre Guilherme Roher, conseguiram junto ao Imperador Dom Pedro II, doações de terra no vale, dando início ao desenvolvimento de Braço do Norte.

         Em 1875 chegaram os italianos.

         E, no ano seguinte, 1876 os portugueses.

        Em 1877 as terras foram demarcadas pelo agrimensor Carlos Othon Schlappal. Em junho de 1926,   Braço do Norte recebeu o nome de Collaçopolis, em homenagem a um ex- prefeito de Tubarão. Mais tarde, em julho de 1928, recebeu o nome definitivo de Braço do Norte.